Quando um filho morre

Como contemplar a morte de um filho conforme a vontade de Deus?

«Para os que creem em Vós, Senhor, a vida não acaba, apenas se transforma: e, desfeita a morada deste exílio terrestre, adquirimos no céu uma habitação eterna.» (Prefácio dos Defuntos I: Missale Romanum)

A nossa vida material cotidiana pode nos levar a considerar como distante a vida espiritual e eterna. Em certas ocasiões, o choque de realidade é forte, e acabamos por contemplar algumas grandes verdades da criação de Deus: a vida, a morte, a eternidade e a salvação. Consideremos a grande tristeza vivida pelos pais que enterram seus filhos. A esperança de vê-los crescer é substituída pelo vazio de um futuro que não se cumpriu, por planos abandonados no meio do caminho. Apesar do sofrimento, em tudo devemos dar graças a Deus, pois tudo contribui para que seja feita a Sua vontade.

Enquanto, diante da morte, qualquer imaginação se revela impotente, a Igreja, ensinada pela revelação divina, afirma que o homem foi criado por Deus para um fim feliz, para além dos limites da miséria terrena. A fé cristã ensina que a própria morte corporal, de que o homem seria isento se não tivesse pecado (14) – acabará por ser vencida, quando o homem for pelo omnipotente e misericordioso Salvador restituído à salvação que por sua culpa perdera. (Gaudium et Spes, n. 18)

“O salário do pecado é a morte”. (Rm 6, 23) Toda morte, corrupção e sofrimento entrou no mundo pelo pecado, não somente os nossos pecados pessoais, mas também pelos pecados daqueles que nos antecederam. Mas devemos ter a certeza de que “Jesus, Filho de Deus, também sofreu a morte, própria da condição humana. Mas apesar da repugnância que sentiu perante ela, assumiu-a num acto de submissão total e livre à vontade do Pai. A obediência de Jesus transformou em bênção a maldição da morte.” (Catecismo da Igreja Católica, n. 1009) Enfim, a morte é vida, e vida eterna.

Diante deste mistério da Salvação, a Madre Angélica faz uma bela reflexão, que não cabe somente a este momento de sofrimento, mas a tantos outros que no fundo de nosso coração hesitamos em deixar que “seja feita a Sua vontade”:

“Meu Senhor, meu bebê está morto! Por que, meu Senhor, eu ouso perguntar, por que? Ele não ouvirá o sussurrar do vento, ou ver a beleza na face de seus pais. Ele não verá a beleza de Sua criação, ou a chama sol ao nascer. Por que, meu Senhor?”

“Por que, minha criança, você pergunta o porquê? Bem, eu te direi o porquê. Veja, a sua criança vive. Ao invés do vento, ele ouvirá o som dos anjos cantando diante o Meu trono. Ao invés da beleza efêmera, ele verá a eterna Beleza; ele verá a Minha Face. Ele foi criado e viveu por pouco tempo, para que a imagem de seus pais, impressa em sua própria face, possa estar diante de Mim como intercessor pessoal eles. Ele sabe os segredos do Céu, desconhecidos dos homens na Terra. Ele ri com uma alegria especial, que somente os inocentes possuem. Meus caminhos não são os caminhos do homem. Eu o criei para o Meu Reino, e cada criatura preenche um local no Reino que não cabe a nenhum outro. Ele foi criado para Minha Alegria e os méritos de seus pais. Ele nunca conheceu a dor ou o pecado. Ele nuca sentiu fome ou dor. Eu soprei uma alma sobre uma semente, fi-la crescer e a chamei para Mim.”

“Humilho-me perante Vós, meu Senhor, por ter questionado a Vossa sabedoria, bondade e amor. Eu falo como um tolo, peço-Vos perdão. Eu reconheço Vossa soberania sobre a vida e a morte. Agradeço-Vos pela vida que começou tão brevemente a desfrutar a Eternidade.”

-Madre Maria Angélica da Anunciação, PCPA (Fonte: EWTN)

Abençoe-nos Deus diante das adversidades, e que possamos abraçar todas as contrariedades desta vida com a Sua caridade e paciência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s